Cuidado com a Hipertensão: o problema médico mais comum no mundo industrializado

k2164039Especialistas têm observado que as mulheres se apavoram mais ao descobrir que estão com um nódulo no seio do que quando constatam que sofrem de pressão alta. Porém, o público feminino se esquece que a elevação da pressão arterial leva a doenças do coração, aumentando assim, as chances de um ataque cardíaco. “Se não houver tratamento a pressão alta pode se tornar a principal causa de infarto agudo do miocárdio”, avisa o cardiologista Alexandre Soares dos Santos, do Hospital Santa Paula, de São Paulo. Ele garante que as hipertensas são como uma bomba-relógio.

Dados da Sociedade Brasileira de Cardiologia indicam que 300 mil pessoas morrem a cada ano em virtude de doenças do coração. “Considerando que as mulheres representam metade desse número, temos 150 mil mortes ao ano contra 9 mil que falecem de câncer de mama”, diz o médico. Infelizmente, a doença não costuma apresentar sintomas, pois ela age silenciosamente. Por isso, nem todo mundo busca tratamento ou dá importância ao problema. “As pessoas que têm parentes próximos que sofrem de cardiopatias devem redobrar os cuidados”, alerta o cardiologista. Afinal, a hipertensão pode ser hereditária e atinge entre 10% e 15% dos brasileiros. As mulheres precisam dar mais atenção ao problema e reduzir fatores de risco como tabagismo, estresse e sedentarismo.

O médico afirma que, no grupo de pacientes obesos, essa taxa fica entre 20% e 40%. Em diabéticos , o índice permanece entre 30% e 60%. E nos idosos, entre 30% e 50%. “Em cada dez infartos, quatro atingem mulheres”,acrescenta.

A Sociedade Brasileira de Cardiologia indica que até 139/89mHg, a pressão arterial está na faixa de normalidade. Para entender sua importância, é preciso observar que o coração bombeia  o sangue para os demais órgãos do corpo pelas artérias, empurrando-o contra a parede dos vasos sanguíneos. Essa tensão gerada na parede das artérias é denominada pressão arterial. Se ela aumenta, atingindo níveis acima da faixa considerada normal, pode causar lesões em diferentes órgãos do corpo incluindo o cérebro, coração

Como lidar com o distúrbio

O cardiologista Alexandre Soares dos Santos explica que pacientes hipertensos devem realizar tratamento contínuo. As pessoas que têm a pressão arterial acima dos valores considerados normais precisam ser acompanhadas por um médico. A hipertensão pode ser  diagnosticada como leve, moderada e severa e cada uma dispõe de um tratamento específico. “Em alguns casos, apenas a adoção de hábitos saudáveis já é suficiente. Em outros, medicamentos para controle são indispensáveis”, afirma. Mas é preciso levar o tratamento a sério. “Atividades físicas, dieta saudável com pouco sal e gordura, manutenção do peso, evitar cigarro e bebidas alcoólicas são atitudes imprescindíveis”, destaca o profissional.

Complementando o artigo referido acima, também como profissional da saúde, atuo na intervenção dos fatores relacionados ao surgimento dos sintomas de ansiedade, dentre eles a aceleração e o aumento da freqüência cardíaca, assim como palpitações e dores no peito. Não só o nível de ansiedade interfere no funcionamento cardiorrespiratório, como também a angústia e a depressão, podendo levar a pessoa a sentir sintomas até mesmo de uma parada cardíaca. Muitas pessoas são atendidas em prontos-atendimentos com queixas semelhantes a essa, como se “fossem morrer”, e o médico não “encontra nada”, mandando-a de volta para casa. Se você tem tido hipertensão com certa freqüência e seus medicamentos não estão fazendo efeito, cuidado, pois não está tratando na verdade a causa da sua hipertensão. Deve-se também olhar para seu estado emocional e relacioná-lo ao seu quadro de saúde.  Daí a importância de consultar um psicólogo que trabalhe estas contingências geradoras de ansiedade e que mantêm a hipertensão e outros distúrbios e/ou outras doenças. Sabemos que complicações da hipertensão são possíveis, como derrame cerebral, infartos, aneurisma, aterosclerose (“endurecimento das artérias”), enfraquecimento da memória e da habilidade mental, rompimento de vasos sanguíneos, doença renal e doença da retina. Já ocorreram casos de pacientes que fizeram o acompanhamento psicológico e não necessitaram mais do tratamento medicamentoso, onde o médico constatou o controle da hipertensão, associado ao controle da alimentação e a atividade física regular, principalmente as modalidades de  caminhada e corrida. As atividades e os Programas da CAPTOM neste caso é uma forte aliada no combate da hipertensão e ao surgimento de outras doenças, assim como no controle da ansiedade. Então previna-se corretamente deste mal que nos cerca tratando-o de forma completa e mais correta, procurando aliar todos os profissionais da saúde: Médico Cardiologista, Psicólogo, Educador Físico e um Nutricionista.

Ainda trouxe mais informações interessantes para os hipertensos que vale a pena conferir abaixo.

Dicas de Alimentação

v  Deve ser rica em fibras e pobre em sódio.

v  Frutas cruas como melancia, melão, maracujá, pêra, banana, nectarina, morango, manga, kiwi, laranja, mexerica, uva, damasco, mamão e pinhas em geral devem ser usados em abundância.

v  Limão, alho e cebola crus.

v  Frutas secas: tâmara, ameixa, uva-passa e damasco.

v  Verduras e legumes na forma crua: nabo, alface, cenoura, salsa, chuchu, couve, couve-flor, escarola, almeirão e brócolis.

v  Opte por cereais integrais, pelo menos , parcialmente.

v  Cereais e feijões: milho, centeio, aveia, arroz, soja, lentilha, grão-de-bico.

v  Castanhas e sementes: nozes, sementes de girassol e de abóbora, amêndoa. Podem encontrar diversos tipos destes produtos na Nação Verde – Assis. 

Receita de Tabule

GetAttachment10 azeitonas verdes ou pretas

1 xícara de triguilho

2 xícaras de pepino com casca bem picado

2 xícaras de tomate com casca bem picado

1 cebola média picada

1 colher (sopa) de salsa

1 colher (sopa) de cebolinha

8 folhas de hortelã picadas (opcional)

1 colher (sopa) de azeite

½ dente de alho

Suco de limão

Sal a gosto

Folhas de alface para enfeitar

Modo de fazer

Ponha o triguilho numa vasilha pequena de plástico. Adicione água quente apenas suficiente para cobrir. Tampe e deixe crescer por 20 minutos. Depois que estiver crescido, escorra bem e deixe esfriar. Ponha então em uma vasilha maior e adicione as azeitonas picadas, o pepino, o tomate, a salsa, a hortelã e a cebolinha. Misture com os demais ingredientes. Forre uma travessa com as folhas de alface e arrume a salada, de modo que a parte das folhas fiquem aparecendo em volta; decore a seu gosto e sirva.

 

Ana Luísa Rosnel – Psicóloga dos Distúrbios de Ansiedade

(18) 9791 4570

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s